Valor do conhecimento

Há um tempo atrás o Estadão veiculou esta propaganda, muito bem elaborada, sobre o valor do conhecimento. Com frases objetivas pudemos visualizar o valor do conhecimento.

E para quem nunca havia pensado nisso de uma forma “tangível”, postaremos um texto, escrito anteriormente a essa propaganda, que fala exatamente sobre o quanto custa utilizar um conhecimento.

Atualização (01/04/10): Segue o texto que complementa a idéia do vídeo.

Em março de 2009, a Revista Época Negócios constatou em uma pesquisa que, para uma compra de U$39 mil, o tempo gasto nas conversas entre os gestores para tomada de decisão é de U$17 mil.

Outro lado da pesquisa: em uma empresa com 3 mil colaboradores, os gestores gastam 17,4 mil horas/mês ao custo de U$1,4 milhão em horas de trabalho tomando  decisões, envolvendo, semanalmente, 13 pessoas nesse processo.

O que mais chama a atenção no resultado apresentado é que vários deles se apoiavam “pesadamente em pessoas e informações que lhes eram muito familiares, excluindo outras perspectivas e competências […] sobrecarregando os processos de decisões sem necessariamente melhorá-los”.

Entre as sugestões para melhoria deste processo está uma que diz: ”Aposte no que já existe” para ampliar o nível de inovação em produtos já existentes.

Focado na reutilização e compartilhamento da informação e do conhecimento acumulado pelos funcionários, a formação de um banco de dados que registre a Memória Corporativa contempla mais que a trajetória da empresa, mas também informações das principais decisões da empresa, tanto positivas quanto as negativas.

Por isso, reafirmamos a importância da constituição de um Centro de Memória Corporativa, acreditando que contribuirá para que a comunidade siga o caminho apontado por Alexandre Hohagen, presidente do Google para a América Latina: Hoje fazer um blog do presidente é fácil, mas imagina criar uma base de informação que faça com que a comunidade pergunte e responda?

Anúncios
  1. Heliana Hess
    abril 11, 2010 às 2:56 pm

    Olá,
    Gostei muit do vídeo e da análise diferencial entre conhecimento e informação. Valeu a pena ter lido os texto. Parabéns a todos. Heliana

  2. Valquiria Rizzo
    abril 14, 2010 às 11:06 am

    Parabéns pela iniciativa!!! Abraços! Valquiria

  3. Erick Rodrigues
    abril 22, 2010 às 4:31 pm

    Lembro da propaganda do Estadão, muito pertinente para um jornal. Mas acho que vale para nosso dia a dia na empresa, a memória corporativa é um dos valores a ser preservados pela organização que pretende ter uma “vida” longa.

    • abril 22, 2010 às 5:43 pm

      Com certeza o registro da Memória Corporativa é fundamental para a longevidade das empresas, assim com as ações de Gestão do Conhecimento, porém, são poucas as organizações que valorizam REALMENTE seus ativos intangíveis!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: